quarta-feira, 29 de maio de 2013

grande perda

você ficou de me ligar ou o quê?
o que você quis dizer com: tá
e então você desapareceu
mas a ideia de você, não

talvez não seja mesmo nada
e eu tenha apenas gostado do tecido de você na sua calça
e a sua franja de garota misteriosa
com o derradeiro olhar dizendo: tá

será que nos encontraremos de novo e teremos chance de nos conhecer?
foi tudo tão rápido
e você atirou a flecha: tá
te aguardo sem pressa
até porque eu posso viver sem essa
apesar de ser uma grande perda
nunca mais te ver

5 comentários:

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

Não adianta, ela tá dando pralgum camelo numa hora dessas. Se tivesse animada com sua proposta tinha falado mais q tá.

Arash Gitzcam disse...

rsrsrsss! rapaz, n houve proposta... a ocasião que inspirou a poesia foi só um tá q do nada ela olhou e mandou...

Arash Gitzcam disse...

quando eu estava de saída...

Arash Gitzcam disse...

foi começo meio e fim: tá
rsrsrssss... praia do canto, recanto da morte

Mosaicos de uma vida disse...

Foio fugaz porém suficiente para eternizar !