sábado, 9 de julho de 2011

dentro de alguns segundos...

dentro de aluns segundos
o mundo acabará
de novo
você teve tempo para registrar?
pois, eu minto?
acabou de acabar de novo

sangue violeta jorra
por entre as fendas na terra
há um jogo a ser jogado
eu me aceitaria, desarmado?

2 comentários:

Alex Azevedo Dias disse...

O mundo acabou antes ou durante sua poesia? Talvez a poesia seja uma arma... Mas se já não há mais corpo, e a alma esvai com sua cor violeta no seio da terra, a arma já nada mais vale. Gostei!! Abração!

Rose disse...

Adoro esse estilo de poesia. Muito boa a sua. Parabéns!