sexta-feira, 15 de julho de 2011

no sol, na Terra...

no sol
amarelo
quente
gostoso

ativando as vitaminas
afastando a depressão
sai, nuvenzinha, sai da frente...
deixe o sol brilhar potente

que falta me faz
sentir toda a sua energia
olhe, que você já vem de volta
fez que vinha mas não veio

ó, venha clarear, grande sol
venha esquentar
esquentar até pocar, pra valer
vamos, pequeno grande sol, vamos

eu quero o seu proceder amarelo
quero a sua participação em minha vida
todos os dias...

e olhe aí que você veio potente...
mais uma vez, sem igual
obrigado, amarelo
pelo seu raiar, pela sua presença
estou
no sol
na Terra

------
* dedico essa poesia a todas as gatinhas leoninas solteiras... ;)_

4 comentários:

Karla Hack dos Santos disse...

Me fez pensar naquelas canções do Oswaldo Montenegro:
"Aos filhos de (signo)"

Adorei!

;D

Rose disse...

Que gracinha gostei bastante.

Alex Azevedo Dias disse...

Símbolo fálico, de virilidade... O amarelo que tonifica e revitaliza. Parabéns!

Nubia Santos disse...

Poesia bem feita ! Gostei !