sexta-feira, 30 de abril de 2010

a mort eperde o desepero pela carona dahora da seca
distorce o campo da colheita
morre a foica da morte
apodrece o coração do amor

o amor morreu
houve traição
tudo está perdido
desperdiçado

3 comentários:

MF. disse...

beeem intenso! gostei apesar de não ser o tipo de leitura que me agrade! Parabéns

Jasper disse...

Boa poesia, mas melhor redigir corretamente o primeiro verso.

Passa no meu blog
http://jasperdizalo.blogspot.com

Natty disse...

Se tem traição tudo está perdido msm...

http://avidacomtrilhasonora.blogspot.com/

bjs