domingo, 13 de novembro de 2011

ela desabafava em guilhotinas

ela gostava de desabafar em guilhotinas
não por opção, mas por traços de tragédia que a buscavam por vez e outra
muitas vezes e outras

perdia a cabeça
contava seus problemas
até um próximo dia em que
teria novamente a ilusão de ter cabeça
e antes que tragédia maior aconteça
guilhotina de novo ela irá buscar
e desabafar

em praça pública
ocasião não solene
à vista de todos
os que se aconcheguem
em volta de seu pescoço
é muita gente
ou gente pouca
até querosene
pra uma próxima etapa
de colocar fogo
em quem ainda geme

4 comentários:

Hysteria Project disse...

gostei da relação entre perder a cabeça e guilhotina o/ ótima poesia

Mosaicos de uma vida disse...

Parabéns pelo texto. Belo jogo de palavras.

Jefferson Reis disse...

Ela gostava de desabafar em guilhotinas, mas era também uma inquisidora que lançava os guilhotinas em fogueiras. Gostei. Pode me linkar sim xD

Lola Mantovani disse...

nossa amei, você escreve muito bem está de parabens amei seu cantinho bjs
by:http://lolamantovani.blogspot.com/

http://coisinhasdalola.blogspot.com/