terça-feira, 30 de novembro de 2010

há sempre uma...

e os lagartos vociferavam
água boa pra todo mundo
piscininha pra pequena botar veneno
e eu estou satisfeito
mais aranhas estão felizes
há um toque de liberdade no ar
há sempre uma garota jaguatirica espontânea com você
tudo o que você precisa fazer é sorrir
e deixar-se ser beijado
beijos

4 comentários:

Otto disse...

Precisei ler duas vezes para compreender, muito boa a poesia!

http://colecaofotografica.blogspot.com/

falando-peloscotovelos disse...

haha é bem pensante e diferente, mas é legal!
Essa parte achei interessante...
"há sempre uma garota jaguatirica espontânea com você tudo o que você precisa fazer é sorrir
e deixar-se ser beijado"

abrço

Barbara Nonato disse...

Sutileza pura!!! Gostei.

SONOTALO disse...

poesia show de bola parabéns