domingo, 9 de maio de 2010

a chuva veio te dizer uma coisa
você é um desgraçado
em dúvida para sempre
apodrecendo
já morto
em pé

o ar veio arejar seus pulmões
te lembrar de todas as drogas das quais
você sente falta
você sente falta
da vida

tentaram arrancar a sua alma
e será mesmo que não conseguiram?
você pasma
você já era
você fede
podridão

não consegue se relacionar
a beleza te entristece
você já não é mais o mesmo
não como antigamente

tudo te magoa
tudo à flor-da-pele
te machuca
você foi usado
e agora
e agora
errará pela face do universo para sempre
até quem sabe desaparecer
após a morte
após a morte
que já não mais existe para você

5 comentários:

Macaco Pipi disse...

parece as músicas que o feijão faz

MF. disse...

Intenso! Gostei!

Luiz Brisa disse...

gostei
bem legal
parece ate musica
^^

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

Pedro XD disse...

Gostei tbm (:

Thais Alves disse...

Nossa, maneiro, gostei desse também !
uma estrofe deste, parecia que estava falando de mim. :D
Gostei do seu blog, parabéns !