quarta-feira, 5 de maio de 2010

quando novo
nosso universo
nossa galáxia
sorria feito um saburá no vôo pela caça

hoje
já envelhecido
saído da infância
já se acha velho
como um adolescente infeliz

ouvirão os grãos de areia o grito das águas dos oceanos por liberdade
a lua não deixa elas se espalharem
mas pelo menos podem evaporar
mas pelo menos

4 comentários:

Daniel Silva disse...

E aí, cara. Como você deve saber, não curto muito poesia, mas tu é o cara. Ouvi o Pushflow. Gravou tudo sozinho? Tu é doido, brother!

Moniky disse...

Assim como o cara do comentário aí de cima, eu não curto tanto poesia, mas preciso dizer que gostei da tua, da forma com que joga com as palavras.
Bom blog.

Até mais!^^

Se poder, E QUISER, vê meu blog e comenta??!';;
http://ultimamentira.blogspot.com/
Ficareý Grata!

Luiz Brisa disse...

não curto muito poesia
mas vc escreve bem^~
xD
seguindo

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

filosofiadeliquidificador disse...

Não entendo muito sobre poesia. Na verdade, nem escritor eu sou, apenas "rabisco" e visito os blog aqui...Gostei do seu, e espero que goste do meu, caso venha a visitá-lo.