segunda-feira, 7 de junho de 2010

E afinal, o que é ser santo? As raízes da santidade seriam a fonte do verdadeiro equilíbrio? Sinônimo de equilíbrio? Ou devemos equilibrar entre a santidade e o diabólico para sermos felizes?

10 comentários:

Pobre esponja disse...

O ser humano tem um lando bom e um ruim; nossa luta é fazer o primeiro prevalecer, por isso fico com a segunda opção.

abç
Pobre Esponja

Paula Abreu disse...

Acredito que a santidade vem da mente.
É muito ligada a religião, está muito além do fisico.
Um trabalhador comum pode ser um santo, enquanto um pastor/padre/religioso, um mundano, diabólico.
É tudo muito relativo.

Luiz Brisa disse...

ninguem eh santo
votei^^

Macaco Pipi disse...

santos nunca existiram!

The Boss disse...

não necessariamente dentro da religião.

http://nervozero.blogspot.com/

Karla Hack disse...

Impossível ser santo...
Somos sim seres que buscam o equilíbrio..
Bem e mal devem coexistir
Erros e acertos!

degaragem disse...

Vejo que mudou o layout, prefiria o antigo :) mas né... cada um :P

mas enfim, sempre procuramos o equilibrio... mesmo quando não alcançamos.

Alan Costa disse...

acho que devemos equilibrar a santidade e o diabólico para sermos felizes, bonito post, questão interessante, creio que ninguém é totalmente santo
parabéns, vejo que seu blog ja tem uma história longa
quando puder, visite o meu http://alancostam.blogspot.com/

Raphael Trew disse...

Se quiser continuar a caminhar, não arrisque a se desequilibrar para o lago que não pode dominar.

Michel V. Caiafa disse...

Enteressante.